Kung Fu Wushu e Tai Chi Chuan

O estilo Shaolin do Norte

História

Ao Norte da china, entre cinco cordilheiras, está localizada a província de Honan, grande centro de desenvolvimento das artes marciais chinesas.

Conta-se que as artes marciais eram previlégio de poucos, atingindo somente a nobreza. Com o passar dos anos, as artes marciais passaram a ter grande importância para revoluções, guerras e também para a manutenção da ordem entre o povo.

O estilo

O estilo Shaolin do Norte é composto por dez katis, divididos em dois grupos: cinco curtos e cinco longos. O menor kati é composto por mais de 60 movimentos. Faz parte do treinamento o uso de vários tipos de armas como: bastão, facão, espada, punhais e vários tipos de lanças.

Os movimentos do Shaolin do Norte foram criados com base nos animais e elementos da natureza. Sua prática, que envolve todas as partes do corpo, foi desenvolvida para aumentar a resistência, força, velocidade, equilíbrio, elasticidade, além de aprimorar a capacidade de concentração e respiração.

São ensinados também combates simulados, conhecidos como toi sao, podendo ser com mãos livres e com armas. Este trabalho visa o desenvolvimento da coordenação, refelexos e noção de distância.

O estilo shaolin do norte envolve, além dos trabalhos citados, o combate livre e técnicas de quebramento; chi kun (trabalho da energia interna); técnicas da palma de ferro e camisa de ferro; e chin-na (técnicas de torções), possibilitando uma evolução maior do praticante através de exercícios altamente elaborados e de eficiência longamente comprovada.